MPF recomenda que Ministério da Saúde reestruture atendimento aos indígenas yanomani

0
131

Diante da piora dos indicadores de saúde dos yanomani, o Ministério Público Federal(MPF) recomendou que o Ministério da Saúde, através da Secretária Especial de Saúde Indígena(Sesai) e do Distrito Sanitário Especial Indígena(DSEI), amplie o número de profissionais que atendem a comunidade e realiza uma auditoria dos recursos já repassados. Neste domingo(14), o “Fantástico” mostrou como o garimpo ilegal e a destruição da floresta, além da falta de insumos e atendimento médico, afetam a saúde dos indígenas. De acordo com a reportagem, mais de 16 mil casos de malária foram registrados este ano. A Secretária de Comunicação defendeu as ações do governo e disse que o distrito dos yanomani é o que mais recebe recursos federais.

“‘Falta do medicamento está matando o povo yanomani, morreram crianças, adultos.
O governo não manda profissionais para a comunidade, demora muito para atender a população e remover um paciente grave’, afirma o presidente da Condisi(Conselho Distrital de Saúde Indígena) Yanomani, Junior Yanomani”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui