loader image
quarta-feira, 3 março, 2021
Início atualidade Apenas 11 podem receber Fundo Partidário

Apenas 11 podem receber Fundo Partidário

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), informou que

apenas 11 partidos políticos podem receber os recursos do Fundo Partidário para as eleições municipais de 2020.

A princípio, dos 33 partidos políticos registrados no Brasil, apenas 11 cumpriram as exigências e foram habilitados a receber recursos do Fundo Eleitoral.
No geral, o montante disponibilizado pelo Tesouro Nacional para fins eleitorais, chega à 2,03 bilhões.
Assim sendo, R$ 797,6 milhões vão ser destinados para essas legendas, o que corresponde a 39,2% do valor total.
Primeiramente, os partidos que já foram autorizados a receber os recursos são PSL (199,4 milhões); PSD (138,8 milhões); PSDB (130,4 milhões); PL (117,6 milhões); PTB (46,6 milhões).
Igualmente, o Solidariedade (46 milhões); Patriota (35,1 milhões); PSC (33,2 milhões); Rede (28,4 milhões); PV ( 20,4 milhões); e PMB (1,2 milhão).

como funciona

Segundo o TSE, os 11 partidos que já podem receber o Fundo Partidário, precisam seguir alguns passos.
A liberação da verba também estará vinculada à definição de critérios para a sua distribuição.
Ainda conforme o TSE, os critérios devem ser aprovados pela maioria absoluta dos membros dos diretórios nacionais de cada agremiação e, posteriormente, informados e certificados pelo Tribunal.
Ao mesmo tempo, estão em fase de diligência os documentos encaminhados de quatro partidos.
O PP tem direto a receber 140,6 milhões, o Republicanos 100,6 milhões, o DEM 120,8 milhões e o DC R$ 4 milhões.
Após o envio dos documentos, cabe à presidência da corte certificar o conteúdo das petições dos partidos e se todos os requisitos exigidos para a liberação do fundo foram preenchidos.
Somente após a verificação, é que é determinada a transferência dos recursos às contas bancárias informadas pelas legendas.
Do mesmo modo, os partidos ficam obrigados a publicar os critérios fixados pelos partidos.
Assim sendo, entre os critérios de distribuição do fundo está a obrigação de aplicação mínima de 30% do total recebido para o custeio da campanha eleitoral das candidatas.
Os valores absolutos e os percentuais desse custeio devem ser amplamente divulgados pelos partidos, de forma que permita o controle da Justiça Eleitoral.

partidos diferentes

Embora apenas 11 partidos políticos estejam aptos a receber os recursos do Fundo Partidário, o que chama a atenção é que o Novo e o PRTB abriram mão da verba para as eleições municipais desse ano.
Respectivamente, o Novo teria direito a receber R$ 36,5 milhões e o PRTB R$ 1,2 milhão.
A decisão foi tomada após deliberação interna das legendas.
Fonte: TSE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais popular

Estatinas reduzem mortes por Covid-19

Uma pesquisa espanhola da Universitadade Rovira e Virgili (URV) e do Instituto Pere Virgili Institut (IISPV), aponta que pessoas tratadas com Estatinas têm o...

Prefeitura armazena decoração de natal em galpão de comitê

Boa parte da decoração de Natal da Prefeitura de Boa Vista está armazenada em um galpão que é usado como comitê de campanha do...

Teresa Surita e marido são denunciados

A assessoria jurídica do deputado estadual Jalser Renier (SD) e do candidato a prefeito, Ottaci Nascimento (SD) registrou um boletim de ocorrência e uma...

Coligação define novo nome esta semana

Com o falecimento de Edileusa Lóz, candidata à vice-prefeita de Boa Vista pelo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), a definição do novo nome para o cargo...

Comentários recentes